Algo que toda loja de autopeças quer é vender mais, conseguir melhorar a margem de lucro e conseguir concorrer com grandes empresas e conseguir tal façanha tem se tornado cada dia mais difícil, vezes por conta da concorrência quase que desleal de grandes empresas com os menores ou por conta dos impostos que impedem o empresário de conseguir seu custo.

Porém se você quer descobrir algumas opções que irão te ajudar a se tornar mais competitivo no mercado leia este artigo até o final.

Tipos de mercadorias para vender em uma loja de autopeças

Você que é proprietário, diretor ou gerente de compras de uma autopeça com certeza já se deparou com questões do tipo “Quais melhores peças vender na minha autopeça” e isso é muito comum, muitas das vezes você se depara com a necessidade de oferecer uma gama de produtos cada vez maior para os seus clientes, porém no mesmo tempo que isso pode ser algo muito bom também pode ser uma cilada caso você não esteja preparado para isso.

Alguns pontos para se levar em consideração no momento de comprar peças para revender são:

Quero me especializar como revenda de peças automotivas;

Quero me especializar como revenda de acessórios;

Quero trabalhar com linha leve? Quais marcas?;

Quero trabalhar com linha pesada? Quais marcas?;

Você definir que quer trabalhar com linha leve, por exemplo, não quer dizer que você não pode trabalhar com acessórios automotivos ou com apenas uma marca específica de montadora, porém é preciso ter muito cuidado quando se deseja virar uma referência no seu segmento.

Você definir um ramo de atuação te dá grandes oportunidades para conseguir crescer e virar referência.

Pense da seguinte forma, se você focar em ser uma autopeças especializada em linha leve com foco em carros produzidos pela Chevrolet e direcionar os investimentos em compras de peças para esse objetivo se torna muito mais fácil em se posicionar e virar uma referência do que trabalhar com todas as marcas e todo tipo de peça e acessório, além de você dissipar o seu capital em muitas peças, você ainda terá maior dificuldade em se posicionar uma vez que fica mais difícil ter preço competitivo e concorrer com diversas outras lojas de autopeças na sua região.

Comprar de distribuidor para autopeças ou de fábricas

Comprar direto de fabricantes de peças automotivas pode ser muito vantajoso por ter preço muito mais acessível, porém diversos fabricantes exigem uma quantidade mínima de compras de cada produto e isso é algo que dificulta um pouco para o proprietário de autopeças que muitas vezes deseja comprar 5 peças de um determinado item e a quantidade mínima é 20, essa quantidade representaria praticamente 4 compras futuras.

Esse poder de compras nos leva a reforçar o que abordamos acima, quando você foca em um segmento (linha, pesada ou acessórios) e dentro desse segmento você foca em determinadas marcas fica muito mais fácil.

Imagina que você precisa comprar revestimento de porta, se você trabalha só com linha leve, será necessário pensar em quais marcas e modelos de carros você trabalha, se for apenas com Chevrolet ou Ford, aí será necessário pensar apenas em quais modelos de carro você vai comprar, ou seja, você reduz drasticamente a quantidade de peças, se no início você iria comprar 2 peças para cada marca ou modelo, quando você cria esse “funil” fica mais fácil de comprar mais peças e negociar melhores condições de preços.

Agora se mesmo assim você não conseguir as condições necessárias para comprar direto da fábrica com preços que te tornem competitivos será necessário de fato comprar de distribuidores, aí neste caso você precisa solicitar que a fábrica te indique alguns distribuidores para você fazer suas cotações.

Quando for negociar com o distribuidor de autopeças você precisa levar em consideração os mesmos critérios acima, e não se esqueça de fazer alguns orçamentos nos seus concorrentes e calcular a margem de lucro e impostos para saber se você também conseguirá vender com preços igual ou inferior aos do concorrente.

Importação de peças automotivas para revenda

Fique de olhos nas negociações que estão acontecendo entre o Brasil e demais países.

Recentemente o Brasil fez um acordo comercial com o México, onde foi retiradas cotas de importação de carros fabricados no México que tenham no mínimo 40% de peças fabricadas no Brasil, e peças automotivas fabricadas no México também podem ser importadas.

Então fique atento para essas possibilidades de importação, pode ser uma boa oportunidade para você aumentar as suas possibilidades.

Caso você opte por iniciar compras de peças do exterior precisa ficar atento ao seu perfil tributário e qualificação da empresa. Orientamos que você consulte o seu contador para avaliar as possibilidades e se existe algum risco ou adequação necessária para o seu perfil jurídico ok.

Como definir margem de lucro para autopeças?

Definir a margem de lucro de uma autopeça é um ponto muito importante e delicado para se falar afinal todos querem ter uma margem digamos um tanto que rechonchuda, mas, nem sempre isso é possível.

O que você precisa pensar é este produto que estou comprando é de dentro ou fora do estado? Sua classificação fiscal está enquadrada na antecipação tributária (ST)? Tenho que pagar a diferença de impostos? Terei direito ao crédito de ICMS de alguma forma?

Consegue ver quantas perguntas você empresário precisa fazer para adquirir e precificar um só produto?

Além de tudo isso você ainda precisa prever em quanto tempo essa mercadoria ficará no seu estoque, o custo de armazenamento deve ser previsto, se houver validade é mais importante ainda porque nesse ponto você terá que ter todo cuidado com o vencimento, principalmente para produtos químicos, por exemplo, cheirinhos, ceras, óleos entre diversos outros.

Depois de analisar tudo isso entre o principal ponto, quanto devo utilizar como margem de lucro para peças automotivas?

Levando em consideração a variação de segmentos e tipos de mercadorias, geralmente para peças de carros é muito utilizada uma margem de 20% de lucro sobre os custos, linha pesada ainda dá para trabalhar com 30% e acessórios muitas vezes esse percentual cai para 15%.

Aí você pensa como vou ganhar dinheiro com uma margem tão pequena assim, e a resposta é: na quantidade. É necessário que o empresário consiga criar estratégias para vender boas quantidades para conseguir ter um retorno significativo.

Uma possibilidade para você que deseja aumentar o faturamento com um pouco mais de lucro ainda que mantendo os percentuais acima é trabalhando de forma online através de vendas pela internet com ecommerce, mercado livre, mídias sociais instagram, whatsapp, facebook e demais ferramentas.

Apesar de ter um custo muito similar o empresário consegue reduzir o seu faturamento economizando muito com comissões, uma vez que você nem sempre precisará manter um balcão de vendas ou teleatendimento, temos alguns artigos falando melhor sobre essa opção.

Tributação para autopeças, como pagar menos imposto?

Você pode pensar, agora vem a parte chata, mas você sabia que a parte tributária é primordial e determinante em tudo que fazemos ou vendemos?

Como diz, o FISCO é o nosso Sócio majoritário, ele quem determina as regras e cabe a nós empreendedores dançarmos conforme a música.

Quando você empreendedor entende que, quem paga o imposto é o cliente final e não você, fica digamos um pouco mais simples, porque o empresário precisa apenas calcular o repasse do imposto sobre o produto. Lógico que isso gera um impacto negativo no momento de se tornar competitivo, porém, se você tiver uma boa assessoria contábil será possível você economizar muito.

Como já abordamos diversas vezes, quando você classifica adequadamente cada produto que é revendido na sua autopeças você consegue economizar, pagando apenas o que é devido.

Existem diversos produtos que são tributados para uma determinada categoria, por exemplo, construção civil e não são tributados para autopeças, ou possuem alíquotas diferentes, por isso é importante que no seu sistema esteja tudo devidamente classificado.

Você treinar uma pessoa para fazer os lançamentos das notas de compras e auxiliar nas notas de saída será de grande valia, uma vez que essa pessoa consiga conhecer ao menos o básico de CFOP, TES, Substituição Tributária, essa pessoa já conseguirá auxiliar com a parametrização do sistema erp utilizado pela sua empresa.

Lógico que você não precisa contratar um contador para ficar 24h interno na sua empresa, existem treinamentos desse tipo para pessoas que não são da área contábil, muitas vezes até mesmo a própria contabilidade consegue auxiliar com treinamentos para os próprios clientes como é o caso aqui na Brascont.

Contabilidade especializada para autopeças

E outro fator determinante é você ter uma assessoria contábil que também seja especializada em contabilidade para autopeças. Quando você tem esse tipo de suporte você consegue esclarecer diversas dúvidas que surgem ao longo do tempo e ainda contar com serviços tipo a recuperação tributária para autopeças, que além de poder recuperar impostos pagos de forma indevida dos últimos 5 anos, também consegue auxílio para parametrizar o seu sistema, evitando pagamentos indevidos futuramente.

Dessa forma você não só recupera valores pagos, como reduz muito o seu imposto, aumentando sua margem de lucro e/ou utilizando isso como uma possibilidade de redução dos preços para vendas.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre as diversas possibilidades que nós da Brascont oferecemos para os nossos clientes, clique no botão abaixo para falar com a nossa equipe.

Fale com a brasct por whatsApp

 


Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.