As diferenças fundamentais entre o setor de gestão financeira e a área de contabilidade são um assunto bastante interessante quando falamos de administração das empresas. Ambos os campos são importantíssimos para as organizações e, quando bem gerenciados, alavancam o empreendimento para maiores níveis de eficiência e competitividade.

Apesar de serem frequentemente confundidas, as áreas do financeiro e da contabilidade da empresa desempenham funções muito distintas. Para colocar em termos resumidos, podemos dizer que os profissionais do setor contábil trabalham com os dados de maneira mais analítica, enquanto no setor financeiro o fluxo monetário é visto de forma mais prática e objetiva.

Você sabe o que essas distinções entre o setor financeiro e contábil significam no dia a dia da empresa? Neste texto, apresentaremos mais detalhes sobre cada uma delas, explicando porque ambas são essenciais para o bom funcionamento e para um melhor desempenho do negócio.

Princípios básicos do setor contábil

Em qualquer organização que lida com movimentação de dinheiro e fluxo de caixa, é necessário existir um âmbito de trabalho que esteja focado apenas nas questões contábeis. Os profissionais dessa área desempenham funções como a análise dos dados financeiros, o que foi gasto pela empresa, quais investimentos foram realizados, quais dívidas estão pendentes, etc.

Além disso, é função do campo contábil das empresas garantir que elas estejam cumprindo as normas e regulamentações vigentes na lei em relação à recuperação de impostos e encargos trabalhistas. A contabilidade também garante o registro formal dessas movimentações financeiras, resguardando a organização em contratos e trocas com os diferentes fornecedores e com os clientes.

 

Princípios básicos do setor financeiro

Se a área contábil está voltada para a análise apurada dos dados financeiros mais voltada para o passado, a gestão financeira de uma empresa está mais preocupada com o presente e consequentemente com o futuro.

São os profissionais desse setor, o qual também pode ser chamado de tesouraria, que apuram a condição e a disponibilidade atual do fluxo financeiro da empresa, se está propícia a novos investimentos ou não. É por esse motivo que essa é uma parte muito estratégica em todos os empreendimentos.

Resultados melhores para a empresa

Com a união da parte analítica proporcionada pela contabilidade e da praticidade aplicada pela gestão financeira, as empresas ganham em resultados e eficiência. Com uma estrutura consolidada de dados monetários, os gestores têm maior base tanto para entender o contexto financeiro da corporação quanto para pensar em caminhos futuros que tragam uma melhor performance do negócio como um todo.

Campos complementares

Apesar de desempenharem funções distintas, ambas as áreas dependem substancialmente uma da outra. Com o bom desempenho da parte contábil da empresa, a tendência natural é que a gestão financeira tenha dados mais precisos para saber onde, quando e como investir em oportunidades de crescimento para o negócio.

Ou seja, nesse sentido, a atuação do setor financeiro serve como uma espécie de “extensão” da área de contabilidade. O bom resultado da gestão financeira da empresa, influencia diretamente no desempenho  contábil.

 


Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.