Riscos em vender na internet como pessoa física

Riscos em vender na internet como pessoa física

Você já pensou em vender algo pela internet?

E-commerces são cada vez mais comuns no mercado, e já fazem parte de uma boa fatia do faturamento das vendas no Brasil.

E por isso, tem muitas pessoas investindo e querendo investir nesse modelo de vendas.

Hoje eu vou falar sobre os riscos e vantagens de vender pela internet, e se realmente é necessário ter um CNPJ para isso.

MODELO TRADICIONAL E-COMMERCE

Antes de chegar a uma conclusão, preciso te explicar como funciona o modelo tradicional de e-commerce.

Funciona basicamente em 4 etapas:  Compra, Pagamento, Separação no estoque e Envio.

O dono do e-commerce fica responsável por toda a logística de entrega, controle de estoque e atendimento ao cliente.

Isso é bom, pois você tem total controle sobre o que pode vender e também ter produtos exclusivos.

O que leva a uma margem de lucro maior.

Por outro lado, o risco é maior e tem um custo fixo alto, pois precisa ter funcionários, fazer a logística, e controlar o estoque.

Sem falar que o prejuízo de não vender fica todo com você, afinal o estoque é todo seu. 

TENDÊNCIA EM NÃO TER ESTOQUE

Riscos em vender na internet como pessoa física

Para tentar diminuir esses riscos, começou a crescer uma tendência de empresas que não tem estoque, porém vendem mesmo assim.

O AliBaba, um dos maiores e-commerces do mundo, não tem estoque próprio, outros exemplos são a Uber, que não tem nenhum carro e o Ifood que não possui cozinha.

E seguindo essa tendência, surgiu um novo modelo de e-commerce, conhecido como dropshipping.

O QUE É DROPSHIPPING

Dropshipping é um e-commerce, porém funciona um pouco diferente. A loja virtual não tem estoque próprio e vende produtos do estoque de um fabricante.

A loja virtual fica responsável por fazer a captação de clientes e intermediar o pagamento, e o fabricante, por sua vez, faz todo o controle de estoque, separação e entrega diretamente ao cliente.

Geralmente o cliente não sabe quando uma loja virtual é um dropshipping, até o momento da entrega.

EXISTEM VANTAGENS?

Você deve estar se perguntando quais as vantagens deste modelo.

Como falei mais acima, os principais riscos do modelo tradicional de e-commerce, é a gestão de estoque e logística de entrega.

Isso não ocorre no modelo de Dropshipping, essas responsabilidades ficam todas por conta do fabricante.

Você também consegue escalar suas vendas muito mais rápido, se precisar se preocupar em aumentar o espaço físico para armazenamento ou investir em mais estoque.

Outro ponto interessante é que o investimento para começar a vender também é menor. Você não vai precisar de uma grande estrutura, e isso facilita muito para achar o nicho de mercado certo.

Tenho certeza que agora você já deve estar pensando o que vai começar a vender amanhã.

Mas calma! Existem alguns riscos que você deve calcular.

QUAIS OS RISCOS?

Se não existir um sistema que sincroniza as informações, você pode acabar vendendo um produto que não existe mais no estoque do fabricante.

Sua loja não tem controle sobre a entrega, porém o cliente não sabe disso, então você pode ter que lidar com situações complexas, caso haja extravio ou atrasos.

Como existe um intermediário na venda, as margens de lucro diminuem  para ambos os lados, vendedor e fabricante.

E, a menos que você tenha algum contrato de exclusividade, é bem provável que existam outras lojas vendendo o mesmo produto. 

Isso faz que o seu diferencial passe a ser os serviços disponíveis na loja virtual, como SAC meios de pagamento e experiência do usuário.

Bom, agora que você já sabe como funciona o dropshipping os riscos e vantagens, vamos a pergunta que não quer calar. 

VALE A PENA USAR MEU CPF?

internet como pessoa física

Muitas pessoas se empolgam com a facilidade de vender no modelo dropshipping e acabam iniciando de qualquer maneira, como pessoa física.

Em um primeiro momento, pode parecer vantajoso, mas a médio e longo prazo isso vai te trazer alguns problemas.

Você vai pagar um Imposto mais alto. As linhas de crédito para pessoa física são muito mais caras comparadas às pessoas jurídicas.

E, saindo um pouco dos números, podemos falar da idoneidade da sua loja, existem muitos golpes e lojas falsas na internet. 

Ter um CNPJ,  gera muito mais confiança e transmite mais seriedade para sua loja, e você ainda vai ter acesso a linhas de crédito e financiamentos mais baratos.

Por isso, apesar de ser tentador, começar amanhã mesmo, procure um escritório de contabilidade especializado e dê início a sua empresa.

Aqui na Brasct, temos muita experiência nesse tipo de negócio, e podemos te dar mais dicas para começar certo.

Conheça nosso site, e nos siga nas redes sociais para ficar por dentro deste e muitos outros assuntos.

Até a próxima!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!